Does it make any sense?! No? So, welcome.
24
Out 09
publicado por Andi, às 13:05link do post

Como já vem a ser habitual, venho aqui dar a conhecer o que têm sido a minha leitura nestes últimos tempos, como estive de férias, tive muito mais tempo, o qual aproveitei para ler alguns livros que tinha guardados, aqui vai uma espreitadela por essa leitura de Verão.

 

 

A Queda de Atlântida, de Marion Zimmer Bradley

 

 

Já tinha começado a ler um livro da autora anteriormente, mas por alguma razão que não me lembro não cheguei a acabar. Achei este livro muito decepcionante, não gostei da história, achei que não tinha uma continuidade. Não gostei, ponto.

 

Classificação: 7/20

 

As Aventuras de Tom Bombadil, de J.R.R. Tolkien

 

 

Bem, este é um clássico, decidi ler para também ver como era a escrita de Tolkien para além da trilogia e do Hobbit, que também está relacionado com a trilogia, que foram os livros dele que li até agora. Apesar de ter uma primeira parte daqueles poemas característicos dele, e que eu pessoalmente não aprecio muito, as outras histórias compensaram. Não tem qualidade comparável com os outros livros, mas pronto é Tolkien. Tolkien é Tolkien.

 

Classificação: 13/20

A Fúria das Vinhas, de Francisco Moita Flores

 

 

Porque não leio só escritores estrangeiros, A Fúria das Vinhas foi a minha escolha. Um livro com muita História por trás, com traços de Ciência também, um livro que falta de perseverança e teimosia, características que eu aprecio, aliás como apreciei o livro também.

 

Classificação:16/20

 

Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

 

 

 

Livro da famosa escritora inglesa Jane Austen, considerado por muitos a sua maior obra-prima. Li este livro quando fiquei doente (nas férias, que sorte a minha!) e li-o muito rápido, em dois, três dias despachei-o. Apesar de ser uma escrita muito pomposa e formal gostei muito do seu desenvolvimento e consegui antever algumas críticas subliminares à sociedade da altura, bem como aos costumes  e modo de pensar e agir. Após ler o livro vi o filme e agradou-me, embora se o contrário tivesse acontecido, presumo que não gostaria tanto do livro ou vice-versa.

 

Classificação: 19/20

 

O triunfo dos Porcos, de George Orwell

 

 

Livro relativamente simples de ler, mas com uma mensagem bastante poderosa. Uma fábula política que nos faz pensar.

 

 

Classificação: 15/20

Cem Anos de Solidão, de Gabriel Garcia Marquez

 

 

Gostei particularmente deste livro, achei a história muito interessante, gostei da forma como foi articulada, enfim, gostei mesmo. Tenho uma certa empatia pelos escritores da América Latina, não me perguntem porquê, mas penso que o seu modo de escrever é peculiar, é diferente.

 

Classificação:19/20

 

O Cão dos Baskervilles, de Sir Arthur Conan Doyle

 

 

 

Foi o primeiro livro deste grande senhor que li, e certamente não será o último. Comecei pelo fim é certo, mas os dados revelados neste livro não me irão tirar o prazer desta saga. Gostei do livro, é simples e traz suspense. No entanto, achei que o fim foi revelado um pouco antes do que era desejável, retirando um pouco aquela ansiedade de saber o final.

 

Classificação: 16/20

 

 

Os Despojos do dia , de Kazuo Ishiguro

 

 

Finalmente o último livro escolhido revelou-se uma escolha muito, muito, muito triste. Eu quando me decido a ler um livro, leio-o até ao fim, não deixo pelo meio, não espero um mês para voltar a ler, é verdade, eu massacro-me, mesmo que o livro esteja a ser uma tortura. Este livro foi um deles. Livro chato, chato, chato! O autor de origem japonesa, mas que cresceu sendo um inglês, não podia ter tornado o livro mais chato. Li este livro pensando que algo se iria alterar, algo iria trazer alguma vivacidade à leitura, mas nada. Eu sei que o autor pretendeu ter uma crítica sátira e irónica da sociedade inglesa que o livro retrata, ao típico mordomo inglês, mas, na minha opinião, não o fez da melhor forma.

 

Classificação: 4/20

 

 

E pronto, eu sei que esta espécie de rubrica saiu um bocado tarde, mas cá está. Neste momento encontro-me a ler A Ordem Natural das Coisas, de António Lobo Antunes,

sinto-me: rato de biblioteca

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




pesquisar neste blog
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
23

25
27
28
30
31


subscrever feeds
blogs SAPO